Desenvolvimento Emocional e Social Infanto-Juvenil

Desenvolvimento Emocional e Social Infanto-Juvenil

Vários autores têm referido que as emoções são organizadoras e motivadoras do comportamento ocupando um papel vital no desenvolvimento cognitivo, social e físico no ser humano.

Paralelamente, o desenvolvimento emocional está fortemente relacionado com o ajustamento psicológico das crianças. Nos últimos anos fala-se da importância das emoções, da regulação emocional, assim como da literacia emocional para o desenvolvimento sadio e efectivo. Vários estudos têm vindo a confirmar que a emocionalidade predominantemente positiva e a boa capacidade em gerir as emoções, estão fortemente relacionadas com a competência social e com o baixo índice de psicopatologia.
literacia emocional, por sua vez, implica reconhecer os sentidos das nossas emoções e, posteriormente, usar essa capacidade para nos compreendermos a nós e aos outros. Este é um processo semelhante ao da aprendizagem da leitura, primeiro temos que identificar as letras e sons do alfabeto para, de seguida, conseguirmos descodificar palavras e frases.

Construímos literacia emocional quando começamos por identificar e nomear as nossas emoções, posteriormente, quando reconhecemos as inflexões emocionais da voz, da expressão facial, da linguagem corporal e, por último, pela compreensão das situações ou reacções que levarão a determinados estados emocionais. Isto significaria ter consciência da ligação que há entre perda e tristeza; entre a frustração e a raiva, ou entre as ameaças ao orgulho e à auto-estima e medo.

Especialidades: Psicologia Infanto-Juvenil | Neuropsicologia