Dificuldades de Aprendizagem Específicas

Dificuldades de Aprendizagem Específicas

De acordo com vários especialistas, as dificuldades de aprendizagens específicas referem-se a uma desordem de origem neurobiológica que têm como fundamento uma estrutura ou um funcionamento cerebral diferentes, resultando em problemas na capacidade de falar, escutar, ler, escrever, raciocinar, organizar e evocar informação ou de fazer cálculos matemáticos em alunos que possuem um quociente de inteligência na média que não apresentam qualquer comprometimento sensorial ou deficiência. Verifica-se uma discrepância entre o potencial escolar e os resultados apresentados.

Dislexia

Perturbação da linguagem que se manifesta na dificuldade de aprendizagem da leitura e da escrita, imaturidade nas relações espácio-temporais, na área psicomotora, na capacidade de discriminação perceptivo-visual e nos processos simbólicos.

De acordo com diversos autores, para se estar perante um quadro de dislexia é condição que crianças ou adultos sejam escolarizados, tenham inteligência dentro da média, ocorra durante um período de tempo longo em que os órgãos sensoriais se mantêm intactos. Caso contrário, está-se a tratar de outras problemáticas/patologias.

Principais características:

  • Dificuldades em reconhecer e memorizar as letras;
  • Problemas em perceber, reter e reproduzir a sua orientação;
  • Dificuldades em manter a ordem correta nas palavras, ou atribuir-lhe o respectivo som;
  • Leitura lenta e hesitante e sem entoação, ignorando a pontuação;
  • Acompanhamento do texto com o dedo e perder, muitas vezes, a linha;
  • Leitura das palavras em espelho;
  • Confusão de letras, sílabas ou palavras semelhantes na sua grafia;
  • Inversão ou omissão de sílabas ou letras na sua leitura.

Disortografia

Dificuldade em planificar, estruturar e produzir a linguagem escrita, verificando-se erros na produção de palavras e textos.

Disgrafia

Dificuldades na execução gráfica das palavras e textos, visíveis no traçado, espaçamento das palavras, dimensão e desenho das letras.

Discalculia

A criança com discalculia é capaz de compreender e aplicar a linguagem falada, a leitura e a escrita, mas apresenta dificuldades na aquisição do cálculo e de aplicação de instruções matemáticas.

Perturbação de Hiperactividade e Défice de Atenção (PHDA)

Distúrbio neurobiológico que afecta a aprendizagem, o comportamento, a atenção e o autocontrolo. Segundo a sua tipificação podemos estar perante uma PHDA do tipo Predominantemente Desatento, do Tipo Predominantemente Hiperactivo-Impulsivo ou do Tipo Misto. Este último é o que é mais frequentemente diagnosticado e combina a hiperactividade com a impulsividade e a falta de atenção.

Principais características:

  • dificuldade em concluir as tarefas ;
  • problemas em dirigir e concentrar a sua atenção nas actividades que considera mais monótonas;
  • excessiva actividade motora, sobretudo nas tarefas que exigem mais concentração;
  • existência de comportamentos impulsivos, mais agressivos e desadequados.