Ansiedade – Como posso ajudar?

Ansiedade – Como posso ajudar?

A ansiedade é uma emoção que todos nós já experienciamos ao longo da vida. É uma resposta emocional e adaptativa que faz parte do nosso sistema de alerta, preparando o nosso corpo para enfrentar os perigos/ameaças e situações desafiantes.

Contudo, uma ativação excessiva desta resposta pode-se manifestar como um desafio, com um grande impacto na nossa vida diária. Perante estas situações de ansiedade, podem ser vivenciadas sensações de medo, angústia, desespero…

Para quem está do lado de fora a assistir a esses momentos, muitas vezes, tem dificuldade em agir, surgindo um sentimento de impotência, por não saber como ajudar.

Em consulta psicológica surge, frequentemente, esta preocupação e a dificuldade em lidar com alguém que enfrenta uma crise de ansiedade.

Como pode ajudar essa pessoa?

Lembre-se que, muitas vezes, a pessoa pode não se conseguir expressar, pode sentir medo, vergonha… Nesse momento, o seu papel será de não julgamento, prestar apoio e presença, demonstrando respeito e segurança.

O que não dizer

Vai passar”, “Vai correr tudo bem”

A intenção pode ser boa, mas a pessoa que está com ansiedade pode interpretar que você está a desvalorizar a situação, o que pode aumentar a sua irritabilidade.

Não penses mais sobre isso”

Não conseguimos parar os nossos pensamentos, tal como não conseguimos parar o nosso batimento cardíaco.

Não tens nada que estar preocupado(a)”

Não desvalorize a situação, não sabe como a pessoa se está a sentir.

Estratégias para ajudar alguém durante uma crise de ansiedade

  • Demonstrar o seu apoio

“Estou aqui para ti”

“Vamos dar uma caminhada?”

“Como te posso ajudar?”

  • Ouvir a pessoa

Dedique tempo a ouvir essa pessoa, compreender as suas necessidades, respeitar o seu tempo, sem julgamentos.

  • Utilize técnicas de distração

Sem pressionar, respeitando o tempo da pessoa. Por exemplo:

– Respiração – “Vamos respirar em conjunto”, “Respira comigo”

– Relembrar boas memórias

  • Convidar a pessoa para dar uma caminhada

Sem insistir, questione a pessoa se quer ir dar uma caminhada. Se não, continue a demonstrar o seu apoio.

2 dicas importantes:

Compreender e identificar uma crise de ansiedade

Procure reconhecer os primeiros sinais de uma crise de ansiedade, de maneira a conseguir ajudar e demonstrar apoio. Ao notar agitação física, como pernas e braços a balançar, andar de um lado para o outro, suor excessivo, ou outros comportamentos como a presença de pensamentos negativos, esteja atento e ofereça o seu apoio.

Cuide de si

Ao ajudar alguém com ansiedade pode também, por vezes, sentir-se cansado ou assustado. Pode estar também a lidar com ansiedade, a lidar com as situações desgastantes do dia a dia. Procure ter tempo para si. Cuide da sua saúde mental, pratique atividades que o façam sentir bem, conviva com aquelas pessoas importantes para si – pratique estratégias de autocuidado. Se estiver bem consigo, terá uma maior capacidade para ajudar e apoiar o outro.

Sara Moutinho

Psicóloga, Hipnoterapeuta e Terapeuta EMDR

Foto de Andres Ayrton